The FreeBSD FAQ - The Power to Help
The FreeBSD FAQ - The Power to Help
This site is Powered by PAR Teleon

S E Ç Õ E S
B U S C A
+
D E S T A Q U E
CONTATO
PÁGINA ANTIGA
TELEON INTERNET
E N Q U E T E
Se apos a conclusao, a traducao da documentacao oficial do FreeBSD, fosse impressa em livro, voce:

Usaria apenas a documentacao na internet como referencia.Faria o download de toda a documentacao na internet e imprimiria eu mesmo.
Compraria o livro, para te-lo em maos, mas usaria a referencia na internet com maior frequencia do que o livro.Compraria o livro, e seria minha unica referencia.
Compraria varias copias do livro e daria de presente a varias pessoas que deveriam ser devidamente catequisadas.







Jean M. Melo © - 2001
Todos os direitos reservados






F R E E B S D   D E S K T O P 


Índice
MEXENDO


02/01/02 18:36 - Usando um particionamento inteligente


Vinis


Uma das coisas mais importantes num servidor é a maneira como você distribui o seu espaço em disco. Vou adotar aqui uma distribuição de disco como se o computador tivesse apenas um hd e que ele é usado para desktop, mas você verá que as observações feitas podem ser usadas tranquilamente em um servidor. Vamos começar com o seu planejamento para o disco. Que caminhos, entendamos diretórios, partições eu devo prestar atenção /home - home dir dos usuários /usr - casa de "todo o sitema" /usr/obj - lugar onde o código de fonte é compilado /usr/tmp - local onde alguns packages são descompactados /var/tmp - alguns sistemas também usam esse diretório para os packages /tmp - diretório temporário / - raiz do sistema /etc - configurações gerais do sistema (elas também estão em /usr/local/etc) Com essas informações podemos começar a pensar no que vamos fazer. Então vou adotar um critério e explicar o porque de cada coisa escolhida / - 100 MB /tmp - 100 MB /var - 50MB /backup - 500 MB /make - 1GB swap - 300 MB /usr - resto do HD Eu fiz isso pensando num disco de 5 GB, e vou usar ele para desktop. Agora vou explicar o porque de cada coisa / - Tem esse tamanho pequeno, mas é suficiente para o desktop, uma vez que meu usuário normal não é o root. Ele utiliza o softupdates /tmp - De certo modo tem um tamanho elevado, mas ainda é pequeno. Pus esse tamanho para eventuais necessidades de algum programa, já que é um desktop muita coisa pode ser produzida aí. Ele é marcado como async (assíncrono) /var - Este, com tamanho reduzido, é meramente para constar, aqui são guardadas poucas informações, e não sou um servidor de e-mail, por isso somente tem esse tamanho. Também possui o softupdates /backup - Gosto de ter uma partição interna para fazer backup periódico, ela pode ter mais tamanho, mas como meu hd é de tamanho modesto, tive que me conter (aceito doações :). Este é marcado como softupdates /make - Esta partição que você provavelmente nunca viu é uma partição exclusiva para compilação e descompressão de packages. Nessa partição estão linkados o /usr/obj, o /usr/tmp e o /var/tmp, todos participando da instalação ou compilação de aplicativos. Por isso ela é marcada como async(assíncrono). Aqui também fica o diretório de compilação do ports. Ficando aqui eles tem um ganho considerável para compilar, para fazer isto basta você adicionar a linha: WRKDIRPREFIX=/make no seu /etc/make.conf. Não se preocupe, que ele irá organizar tudo. swap - Costuma-se dizer que o swap deve ter o dobro da memória RAM, eu costumo por 300 MB, já que tenho um hd pequeno, e até hoje nunca tive nenhum problema. Como o swap é um espaço de frequente acesso do sistema ele também é marcado como async /usr - Esse todos já conhecem, nele costumo por o que sobra, já que ficarão aí tudo o que for instalado no sistema. Um comentário sobre os modos São utilizados aí os modos async: Modo assíncrono, o acesso ao disco é muito mais rápido, mas uma queda de energia pode acarretar em perda de dados, mas o ganho de velocidade é siguinificativo. Ela é recomendada para situações onde os dados não tem muita importância, como cache de proxys, diretórios para compilação ou em sistemas muito seguros onde a chance de desligar de forma imprópria não ocorre. Para ativar este modo basta deixar sua linha do fstab dessa maneira: /dev/da1s1e /hd2 ufs rw,async 2 2 Softupdates: Este é um tunning de disco que irá acelerar seu acesso ao disco sem correr o risco da perda de dados. Ele é recomendável em todas as partições, alguns não gostam de o usar na partição /. Vale lembrar que este modo não deve ser ativado nas partições marcadas como async, uma vez feito isso, o disco será montado como softupdates e não async. Para ativar esse recurso basta você entrar em single user (shutdown now) e digitar tunefs -n enable /particao Na próxima vez que for montando (pode digitar return após o shutdown) ele será montado como um disco de softupdates. Estas opções são para uma maior performance em disco. Você pode obter mais informações com man mount . Entre elas há uma interessante, que é usada no cdrom, a noauto, que serve para não montar o disco automaticamente, para os desktops é muito interessante para o acesso a disco removíveis, e até mesmo nas gavetas de HD. Com estas partições estou tentando mostrar que é possível você dividir o seu FreeBSD de uma forma que se possa tirar mais proveito. Há situações onde tudo é divido. Em minha workstation em casa, só de criar mais partições (são 9 no total), senti um ganho de velocidade considerável em relação as comuns /, /usr,/var e swap. Com o tempo cada um vai organizando melhor seu espaço.

Vinis




Entrar em contato Enviar este artigo a um amigo Preparar para impressão Índice Topo da página


 

PrincipalBusca AvançadaEnqueteContatoTeleon Internet  
Enquetes antigas | FAQ | FreeBSD Desktop | Informacoes | Links | How To